5 Dicas Para Aumentar seu Prazer na Cama

terça-feira, 3 de dezembro de 2019 14:43:30 America/Sao_Paulo

Sexo está longe de ser uma coisa a se aprender nos filmes pornôs, muito menos com profissionais do ramo. E, para aumentar seu prazer na cama (e proporcionar mais a companheira), você precisa mudar muitos hábitos da sua rotina durante a transa e fora dela.

O segredo aqui é estabelecer uma comunicação de via dupla, sentindo-se confortável para falar sobre a vida sexual, partilhar fantasias e desejos de forma colaborativa, para vocês avançarem, intensificarem e trazerem novas experiências. Conversar sobre as preferências sexuais, gostos e coisas que não curte um do outro pode cortar os pequenos problemas, evitando que se tornem maiores no futuro. Quer a nossa dica de como criar essa ponte? Logo no início, aumente a autoestima da gata dizendo em que aspectos ela é boa de cama. Se não souber como começar o papo, diga que leu um artigo ou coluna sobre determinado tema e quer discutir, perguntando a opinião dela. O fundamental é saber ouvir e evitar julgamentos sobre as preferências da sua parceira, por mais estranhas que sejam.

Nada contra as ‘rapidinhas’, desde que suas transas não se resumam a essa modalidade de sexo. É preciso preparar momentos a dois como se fossem ocasiões especiais. Para estes dias, crie um ambiente que promova a sensação de relaxamento e desconexão mental. Pense que, quanto mais à vontade ela estiver, melhor será o sexo de vocês. Coisas simples já ajudam. Deixe o ambiente arrumado e use lençóis novos. Para os ouvidos, selecione um playlist sexy que a agrade. Para o tato, faça massagem, use gel, escolha brinquedos sexuais com texturas diferentes para as preliminares. No olfato, tome um bom banho e use perfume, com moderação. Para finalizar, escolha um vinho ou outra bebida que ela curta. Nessas horas, vale brincar colocando venda nos olhos para realçar os sentidos.

Em seu livro 52 Weeks of Amazing Sex (“52 Semanas de Sexo Incrível”), o terapeuta sexual Ian Kerner, fundador do site Good in Bed e autor de vários best-sellers sobre sexo nos EUA descreve a transa assim. “Sexo é comida: se você comer algo repetidas vezes (mesmo sendo seu prato favorito), não só fica entediado como também se priva de outros nutrientes vitais.” O conselho então é variar as formas de estimular os cenários e as situações. Além disso, invista nas diferentes categorias sexuais, como: o sexo amoroso (que aumenta a intimidade emocional e para os momentos em que ela estiver mais sensível); sexo mais selvagem (que alivia o estresse e é indicado para o período fértil), a fantasia (de fingir um personagem ou transar em lugares diferentes e não usuais)… Retomamos a necessidade da primeira dica: converse, opine, ouça e busque sempre inovar, trazer o diferente.

O principal erro masculino é dar atenção excessiva à penetração, quando deveria explorar muito mais outras formas de prazer e excitação no sexo. Ao invés de partir logo pra penetração, porque não dar atenção e mais tempo para as preliminares, contato corporal, massagem, sexo oral, entre outros. Você pode recorrer a eles quando sentir que estiver chegando lá, equilibrando a vontade e contribuindo para aumentar o seu tempo de transa. Além disso, estas mudanças podem estimular a mulher melhor, fazendo que ela chegue no climax mais vezes. Porém, é preciso ter essa frase em mente. “As mulheres perdem facilmente o orgasmo, mesmo estando prestes a ter um. Por isso, sempre quando ela estiver chegando lá, NUNCA, mas NUNCA MESMO, pare o que esta fazendo para mudar de posição”.

A ideia não é aumentar seu prazer na cama? Então você tem que aproveitar muito mais o ‘caminho’ do que focar alcançar o objetivo final (que seria o seu orgasmo). Quanto mais tempo demorar para ejacular, maior será o seu prazer. Isso porque ele vai intensificando acada estímulo novo. Além disso, fortalece sua resistência e impede que você tenha uma ejaculação precoce. Para isso, vale trocar de posição quando sentir que estiver chegando lá. Interromper a penetração para fazer um oral e mudar o que estiver fazendo. Dá uma respirada e volta. Não precisa sincronizar o seu orgasmo com o dela. Deixe ela ir primeiro, pois, mesmo assim, ela consegue voltar a sexo em busca de mais prazer. E, com ela satisfeita, é muito mais fácil que ela te ajude a chegar lá.

Fonte: por Leonardo Filomeno