A importância do diálogo nas relações

quarta-feira, 18 de setembro de 2019 13:46:30 America/Sao_Paulo

Esses dias vi um dado que mostrava um aumento no número de divórcios aqui no Estado. Não sei a causa, mas o fato é que ainda neste ano mais de sete mil matrimônios foram rompidos. Você já se perguntou o por que de tantos relacionamentos chegarem ao fim? Em meu consultório essa dúvida é constante, mas não há segredo algum para um casamento feliz e duradouro. Digo sempre que o diálogo é a base de qualquer relacionamento.

Não existe situação mais chata do que não poder se abrir com o parceiro. Aliás, se a conversa já não é possível está na hora de dar um passo para trás e repensar a relação. Afinal, como posso me relacionar com alguém em que não consigo sequer manter um diálogo aberto?

É fundamental a presença de um diálogo fortalecido. Observo em meus atendimentos que muitos casais vão omitindo suas insatisfações dentro da relação e deixando micro situações desagradáveis virarem grandes problemas dentro da relação. Quando um dos parceiros leva um descontentamento para ser debatido é importante que o outro esteja aberto a uma escuta receptiva e que proponha mudanças.

Não basta apenas escutar! É preciso ouvir o outro e ver o que pode ser feito a partir disso. Quando o casal não esta comprometido com as mudanças, quando um dos parceiros está voltado a questões pessoais, voltado mais para o trabalho, por exemplo, deixa de dar atenção dentro da relação.

A falta de carinho e disponibilidade pode esfriar e afastar os parceiros, o que corrói e lesiona a relação, até chegar a um ponto em que não há mais conserto. Portanto, o diálogo é a base para que se busque saídas para o fortalecimento do casal e não ignorar o que está sendo posto através dos sinais, dos silêncios e da insatisfação. Quando isso é ignorado a tendência é que a relação se perca.

Fonte: Folha de Vitória