Tudo o que você precisa saber sobre lubrificante íntimo

segunda-feira, 14 de outubro de 2019 11:53:55 America/Sao_Paulo

A indústria lança a cada ano muito e muitos produtos que vêm pra somar e tornar o sexo ainda melhor. Esse tema rende muito assunto, mas hoje quero focar especificamente em um eles: o lubrificante íntimo.

Quando usar?
O uso desse produto é ainda mais indicado quando a região não possui lubrificação suficiente, pois ajuda na diminuição do desconforto, dor e até sangramentos que podem ser causados pela penetração. A lubrificação da região intima feminina é muito importante para você se sentir relaxada e ter prazer no sexo. Entretanto, por diversas razões, muitas mulheres não conseguem ter uma lubrificação satisfatória. O produto auxilia justamente nisso, proporcionando mais prazer durante a transa.

Quais os tipos?
Lubrificante não é tudo igual, pois podem ser feitos à base de diversos ingredientes. Os três mais comuns são:

  • À base de água: Ideal para pessoas alérgicas, por ser hipoalérgico. Ele também não é reagente ao látex do preservativo, garantindo maior segurança ao utilizá-lo.
  • À base de silicone: Sua consistência é mais densa do que o à base de água, mas também não é reagente ao látex do preservativo. Contudo, a sua limpeza é mais complicada, podendo manchar os tecidos das roupas e lençóis. É preciso cautela ao utilizá-lo.
  • À base de óleo ou petróleo: Esse tipo de lubrificante íntimo já não é muito utilizado e comercializado, pois sua fórmula contém derivados de substâncias prejudiciais e que podem reagir com o látex da camisinha. Dessa forma, rompimento do preservativo e outros problemas podem ocorrer. A sua consistência é mais densa do que os à base de água e de silicone.

Há riscos?
Geralmente, o uso de lubrificante íntimo não causa grandes riscos à saúde, contudo, algumas pessoas podem ter alergias e outros problemas a pele. Assim, a escolha do produto deve ser feita com cuidado, levando em consideração se sua pele é ou não sensível. Nos casos de sensibilidade, o uso de lubrificante íntimo à base de água é a melhor escolha. Lembrando que nada substitui uma conversa com o seu médico!

Fonte - Catia Damaceno